>> Voltar a Entrada >> Enter to The Matrix!

Os Brasileiros de André Toral
Partindo da violência sem limites dos bandeirantes, conta a história do nosso país
CULTZONE 2009-06-15
Nos primeiros séculos depois de sua descoberta oficial pelos portugueses, o Brasil era considerado na Europa como uma terra de grandes oportunidades, um imenso território sem dono onde um homem poderia prosperar e se fazer respeitar independentemente de seu passado. Isso, é claro, atraiu para cá, além dos colonos portugueses, toda espécie de desvalidos e aventureiros do Velho Continente. Nesse contexto, os índios eram vistos como um mero obstáculo, quando não como mão-de-obra gratuita e abundante, à disposição dos europeus.

Em Os Brasileiros, André Toral narra esse choque de civilizações em sete histórias nas quais são os índios que ocupam o lugar de destaque - e não como pobres vítimas da História ou criaturas indefesas diante do homem branco. Aqui, nenhuma empreitada - da extração do pau-brasil no século XVI até a implantação de um latifúndio no século XX - pode seguir adiante sem levar em conta os grupos indígenas, suas demandas e seus costumes. Partindo da violência sem limites dos bandeirantes, e passando pela fúria predatória de fazendeiros inescrupulosos até chegar às armadilhas contemporâneas da ganância e do alcoolismo, surgem relatos impressionantes da luta de povos que resistiram e até hoje marcam sua presença como representantes das sociedades mais antigas e originais que fazem parte da população e da cultura brasileiras.

O autor
Historiador e antropólogo, André Toral nasceu em São Paulo em 1958. Estreou nos quadrinhos em 1986, com a história "Pesadelos Paraguaios", publicada na extinta revista Animal. Durante os anos seguintes, colaborou com as principais revistas de quadrinhos do Brasil na época. Em 1992, publicou sua primeira graphic novel, O Negócio do Sertão, aqui reproduzida, que lhe rendeu um Troféu HQ Mix de melhor roteirista nacional. Em 1999, lançou seu segundo álbum, Adeus, Chamigo Brasileiro - Uma História da Guerra do Paraguai, mais uma vez ganhador do Troféu HQ Mix de melhor roteiro. Além de histórias em quadrinhos, produz também livros e artigos sobre temas relacionados à Antropologia e História da Arte, como os três volumes de Arte e Sociedade no Brasil, em co-autoria com Aracy Amaral. Atualmente vive em São Paulo, onde trabalha como professor universitário.

Número de páginas: 88
Formato: 21 x 27 cm
conrad




Anunciar na CULTZONE é muito fácil


Termo de Uso Não Obrigatório, apenas para fins legais

101 Copyright © 2003-2005-2006-2007-2008-2009-2010-2011-2012-2019 CULTZONEZai AGÊNCIA CRIATIVA.
Todos os Direitos Reservados CULTZONEGroup
Powered by CULTZONE WebSolutions
CULTZONE IT'S A TRADEMARK. DON'T COPY!

Read book