>> Voltar a Entrada >> Enter to The Matrix!


Guitar Hero desperta instintos de ?rocker?
Game de rock já é um fenômeno
PAULO RENATO SOARES 2008-12-11
Fenómeno de aceitação que não exclui os verdadeiros músicos, a série ?Guitar Hero? enfrenta com mais e melhores trunfos este final de 2008. Mais do que propor novas músicas ou até a renovação das guitarras que podemos ?tocar? ? agora com um ar mais robusto e desenho ainda mais atractivo -, a Activison avançou para conceito ambicioso e que passa por formarmos o nosso grupo rock. E para tal são necessários a guitarra, o microfone para o vocalista e a... bateria. O novo ?pack?, chamado ?Guitar Hero World Tour?, engloba os instrumentos já descritos mais o microfone e permite juntar vários amigos para ?interpretar? alguns dos 85 temas disponíveis - mais os que podemos descarregar via net no caso das versões PS3 ou Xbox 360. A grande estrela deste novo ?Guitar Hero? é, curiosamente, a bateria. Tem tamanho muito aceitável (cabe em pouco espaço), engloba 3 tambores, 2 pratos e 1 pedal de baixos, base de borracha (para não incomodar os vizinhos) e, tal como a guitarra, não precisa de fios. A experiência como baterista, podemos garantir, é gratificante. Mais ainda se formos acompanhados por 2 guitarristas e 1 vocalista, numa inusitada personalização de uma banda rock. O jogo permite ainda tocar com outros músicos via net, bem como o modo ?Music Studio? onde os mais habilitados podem criar as próprias músicas. O ?pack? completo (guitarra, micro, bateria e baquetas e dvd com as músicas) não é propriamente barato - 209 euros -, mas a experiência é compensadora. Claro que esta edição de ?Guitar Hero? também está disponível só com guitarra ou até só com o microfone e por preços mais em conta.
Record




Anunciar na CULTZONE  muito fcil

101 Copyright © 2003-2005-2006-2007-2008-2009-2010-2011-2012-2019 CULTZONEZai AGÊNCIA CRIATIVA.
Todos os Direitos Reservados CULTZONEGroup
Powered by CULTZONE WebSolutions
CULTZONE IT'S A TRADEMARK. DON'T COPY!